Quando o sofrimento vira doença

Mulher no peitoril da janela

Qual é o limite para o sofrimento?

Sofrer faz parte da vida de qualquer pessoa. É uma resposta normal a uma perda, a uma frustração, a um evento que gere dor psíquica.

Há, entretanto, um limite para o sofrimento, que não é igual para todo mundo. Algumas pessoas são mais resilientes do que outras, isto é, têm mais "elasticidade emocional" e voltam ao estado normal com mais facilidade após um evento que gere dor psíquica.

Mas quando é que o sofrimento passa a fazer parte de uma doença psíquica ou, em outras palavras, qual é o limite para o sofrimento?

<COMPLETAR TEXTO>